sexta-feira, 6 de maio de 2011

Roupas usadas, parte dois

A N. tem 24 anos, duas filhas com um mês que choram muito, veio de Cabo Verde para estudar, mas teve de parar porque engravidou, tem um companheiro desempregado e vive algures ali para os lados de Loures. Tem também um belo sorriso, de rapariga corajosa e, ao mesmo tempo, de miúda, porque é exactamente isso que ela é. Veio a Lisboa num pé e voltou para casa no outro, porque deixou as filhas ao cuidado de uma vizinha. Não tinha ligado antes porque não tinha podido, porque os dias com as gémeas não são fáceis. Não quis lanchar, tinha mesmo de se ir embora, e no fim disse que era muito bom, que pelo menos nos próximos tempos não teria de gastar dinheiro em roupas, e que no Verão havíamos de nos encontrar para ela me trazer umas fotografias da Ângela e da Solângela. Hei-de gostar de as ver com as roupinhas de bebé da Madalena.

3 comentários:

Fátima disse...

Fiquei contente, com o que fizeste.
Diz o velho ditado:__ Fazei bem não alhai a quem.
Beijos mãe.
Fátima

Oficinas RANHA disse...

Olha, eu tinha encontrado uma amiga que poderia aceitar as roupinhas da Madalena... de qualquer forma, parece-me que à N., à Ângela e à Solângela, vão fazer muito mais diferença e por isso estou feliz por essa solução...
Beijinhos grandes!
Rita

Carla M disse...

Tão bonito! Boa!