quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Andarilho

Para se levantar ainda precisa de uma ajudinha, mas qualquer coisa que esteja à mão lhe serve. Depois disso, de braços abertos e mãos estendidas para garantir o equilíbrio, faz grandes caminhadas. Verdadeiras maratonas, aliás, para quem até aos 17 meses preferiu gatinhar com toda a elegância e destreza, competindo com a mana nas corridas pela casa. As calças rasgadas nos joelhos e os ditos esfolados e calejados prometem agora ser definitivamente remetidos para a história. Pedrinho está rendido às vantagens da bípedia e até já consegue comer, bater palminhas e transportar coisas de um lado para o outro ao mesmo tempo que ensaia grandes passadas. À noite, feliz e orgulhoso dos seus feitos, ainda dá mais umas voltitas de pé na cama, com dona princesa, farta do barulho que ele faz, a dizer-lhe que durma.

4 comentários:

IsabelCunha disse...

espetaculo!

catarina disse...

:)) que giro :))

mena disse...

é que está mesmo. hoje praticamente não gatinhou uma vez, sempre a andar no seu estilo robô. O orgulho da mamã :)

graça anibal disse...

Beijinhos ao meu neto crescido