quarta-feira, 24 de março de 2010

Contra factos...

... parece que não há mesmo argumentos e portanto é bom que me habitue à ideia: deixei de ser uma rapariga S e passei definitivamente ao M. Eu, que sempre me gabei de conseguir encontrar coisas giras e de tamanho pequeno nos saldos, faço agora parte da grande multidão dos M, o que significa que a minha cinturinha de vespa, dos tempos AM (leia-se, antes da Madalena), foi definitivamente à vida. Sim, bem sei que pari duas crianças em menos de dois anos, que já não tenho propriamente 20 anos, etc. etc. Sei disto tudo, mas nem por isso me sinto mais animada. O lado bom da coisa é que não me apetece fazer compras e a minha veia consumista anda pelas ruas da amargura. Ainda ontem rumei ao Chiado, esse antro em que apetece entrar porta sim, porta sim, e voltei para casa com duas míseras camisas e uma t-shirt do mais baratito que encontrei e só porque realmente não tenho nada que vista. É que não tenho mesmo. E quem se atrever a dizer o contrário prepare-se, que eu ando com pouca paciência para brincadeiras parvas. Humpf.

P.S. Só para me lembrar daqui a uns tempos, quando tiver conseguido voltar ao tamanho S: ainda tenho de me livrar de três quilos para voltar ao peso que tinha antes de ficar grávida do Pedro. A distância até à era AM é de seis (seis!!!).

5 comentários:

gralha disse...

Homessa! Tens um bebé com menos de um mês e já estás a achar que o teu corpo não vai a mais lado nenhum? Há que ter paciência. E sempre gostava de saber onde encontras S em saldos, porque eu só vejo XL e XXL...

carla.mateus.silva disse...

tem calma miuda, tens que dar tempo ao tempo.

Oficinas RANHA disse...

Não tens propriamente 20 anos, mas poucos mais...
;))) Ana Cristina

Pati Bolfe disse...

Oi!
Sou seguidora do teu blog, adoro o que escreves! Ah, sim, e mãe de uma pequena de 9 meses... Parece não haver solução, mas, em dado momento, as coisas voltam ao seus lugares. Quase todas =)

Rita disse...

Espero que as coisas voltem ao que eram antes. Para o teu bem e para o meu também hehehe
Hás-de lá chegar ;)

Beijinhos