quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Carnaval e copos partidos

Este foi o ano em que Dona Princesa se mascarou de fada, Pedrinho de palhaço, e os pais de sete anões (dos pais não temos fotos, porque há mínimos de decência a cumprir neste blogue).
E foi também o ano em que fomos a um jantar de aniversário, na véspera do Carnaval, devidamente mascarados, como mandam as regras.
E em que senhor Pedro, em pleno restaurante, resolveu trincar um copo com os dentes, obrigando os convivas a catar todos os cacos a ver
se não faltava nenhum que por acaso tivesse sido engolido no meio da confusão.
E o ano em que a mãe do pequeno palhaço passou a pior noite de que tem memória, em sobressalto permanente de cada vez que ele resolvia fazer um barulhinho qualquer que fosse. E em que o pai, benza-o Deus, manteve a presença de espírito, mesmo quando teve de se levantar a meio da noite para acalmar o pânico irracional da mãe.
Em suma, foi um Carnaval um bocado estranho e ainda bem que foram só três dias, que eu já não aguentava mais.
Agora, que venha rapidamente o fim-de-semana, que estou a precisar de rumar ao meu Alentejo e aos mimos da minha mãe.

4 comentários:

carlamariamateus40 disse...

Bem o Pedrinho sabe mesmo ser um menino lindo e original:):)
Bjs

graça anibal disse...

O copo não prestava mesmo...

TeresaP disse...

Que lindos filhotes e que blog tão giro... merece por isso o selo de mamã coruja que deixei no meu blog... espero que goste...

Bjs
T

Oficinas RANHA disse...

Imagino o susto...
Ana Cristina