sábado, 30 de janeiro de 2010

Diga 33

É um mês, mais coisa menos coisa. 33 dias, até que se completem as 40 semanas. Nessa altura haverá um novo habitante cá em casa. Pequenino, a exigir comida de três em três horas, bem disposto - como era a mana - ou resmungão, logo se verá. Mas uma coisa será certa: durante uns bons tempos as nossas vidas, dos três, vão girar à volta dele e nunca mais nada será como dantes.
Um mês passa depressa, bem sei, mas a mim parece-me que falta uma eternidade. Quero tê-lo comigo rapidamente, mas assusta-me o parto - sim, porque agora sei muito bem ao que vou -, assusta-me não saber como reagirá a mana, assusta-me não saber como vou organizar o meu tempo para que nada falte, nem a um nem a outro.
Não estarei a trabalhar até lá, mas a minha agenda está mais cheia do que se fosse ao jornal todos os dias. É preciso que tudo esteja perfeito quando finalmente chegar o grande dia.

1 comentário:

carla.mateus.silva disse...

vai ser tudo perfeito linda