domingo, 4 de julho de 2010

Bebé adormece mamã

Bebé não. Manena grande. Pedro bebé, esclarece logo dona princesa. É grande, grande, do tamanho das suas birras e quando mete uma coisa na cabeça, não há nada a fazer. Hoje decidiu que queria que eu dormisse com ela e recusou-se a adormecer na sua cama, como sempre fez sem qualquer problema. Foi um braço de ferro que durou quase duas horas e em que o choro chegou, seguramente, ao quarto andar. Acabou por adormecer no seu quarto, mas na cama grande e eu só não fiquei lá com ela porque não tinha conseguido jantar e estava cheia de fome, porque os olhos já se me estavam a fechar. Não me atrevi a deixá-la a chorar na cama de grades porque temi que no meio da fúria se atirasse de lá abaixo, mas se calhar fazer-lhe a vontade não foi a melhor solução. O Pedro, felizmente, ficou a dormir mal o coloquei no berço, depois de lhes ter lido pela enésima vez os livros do Gui. Ainda não está na idade das birras. Os dois ao mesmo tempo era uma dose para a qual não me sinto ainda preparada. Lá chegarei, suponho. Que remédio.

Mães que me lêem, digam-me, por favor, como é que é possível que o nosso anjinho se transforme de repente num diabinho e agora esteja ali, novamente a dormir, como se nada se tivesse passado?

2 comentários:

MA disse...

Pois nós aqui só apanhámos a parte boa. Os teus filhos são lindos e mesmo muito simpáticos. Parabéns menina
MAB

carla.mateus.silva disse...

tão lindos,lindos.
Quanto ás birras em simultaneo nem faço comentarios...:)
Beijos