domingo, 4 de julho de 2010

ingenuidades

Que há blogues que ganham dinheiro à conta da publicidade já eu sabia, que não sou totalmente ingénua, agora que os houvesse, assinados por jornalistas e a ganhar à custa da dita publicidade, era coisa que não me passava pela cabeça. Não passava porque sou ingénua, naturalmente, mas isso agora é um pormenor de somenos importância. O facto é que, de repente, fez-se luz e percebi porque é que há quem tenha blogues onde escreve a sua vidinha tim-tim por tim-tim, sem omitir informações como o nome do restaurante onde vai jantar ou a marca das cuecas que compra para oferecer ao marido. E nós, leitores curiosos, que até nos rimos daquilo, mas de vez em quando lá vamos espreitar, com a curiosidade de quem no dentista folheia a última Caras, engrossamos a lista dos on-line ou dos que deixam comentários e ajudamos à coisa.
Como, perguntam vocês, ilustres leitores tão distraídos como eu. Pois bem, é fácil. Na verdade, é tudo obra dos nossos especialistas de marketing, que escolhem blogues muito frequentados e lhes propõem lá colocar os seus produtos - sob a forma, por exemplo, de passatempos -, num método de publicidade encapotada e, pelos vistos, muito eficiente.
Não tem nada de mal. Absolutamente. Se alguém que até escreve bem pode ser remunerado por isso, acho lindamente. Mas jornalistas? Não há uma norma qualquer, relacionada com a ética profissional, que proibe estas coisas? Há.

Pronto, foi só um à parte...

1 comentário:

Carla M disse...

Um dia conto-te o que nos propõem nas redacções e vais ver que esta história dos Legos nos blogues deixa de te espantar. Abraços!