segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

serviço público para pais inexperientes

Voltou a ir para a cama sózinha, sem me pedir que fique com ela, que nos deitemos as duas na cama grande que está no seu quarto até que o sono lhe chegue. Hoje deitei-a, fechei a luz e lá ficou, de olhos ainda abertos, ainda a tagarelar com o ursinho e com a gatinha. Desde a semana passada que não era assim, chorava tanto que eu, contrariada, lá ia consolá-la, abraçá-la com força, ao mesmo tempo que fechava os olhos e me vinha à cabeça a minha filha desmaiada, sem eu lhe ouvir a respiração, os piores minutos de toda a minha vida. Ela já adormece novamente sozinha e eu já consigo - ainda a custo - escrever sobre isto e espantar os fantasmas do medo que de vez em quando ainda me assaltam. O desmaio foi da febre, mas nessa altura au ainda não sabia, não sabia que era o corpo dela a defender-se, que aquilo parece que é normal nos bebés, que o melhor que há a fazer é refrescá-los porque dentro de uns minutos passa, não sabia nada disso e o pai, que voou do trabalho até casa quando eu lhe telefonei em pânico, também não. Depois os senhores do INEM explicaram-nos, a médica do hospital da Estefânia também, a Madalena não voltou a ter febre e ficou apenas a lembrança feia do pior fim de tarde de que tenho memória. Se voltar a acontecer, espero ter a presença de espírito suficiente para me acalmar e enfiar a rapariga na banheira. Espero, mas não garanto, porque se a minha filha não está bem, o medo torna-se um bicho gigante e irracional, completamente impossível de controlar.

Explicação para pais inexperientes como nós: quando os bebés têm febre, por vezes esta sobe subitamente e atinge picos muito altos, provocando pequenos desmaios ou mesmo convulsões com espasmos. A receita é despi-los imediatamente, dar um banho morno e, sobretudo, não entrar em pânico, porque normalmente passa poucos minutos depois. Parece fácil, não é?...

2 comentários:

Cougar disse...

Nós tivemos uma bisavó experiente, que o menino (que faz hoje 14 anos) tinha 39ºc e: - Marina põe já o menino na banheira!! disse imperativa!! :) GRANDÀVÒ!!!
Nós graças a ela não passamos por isso, mas os moços e moças vêm muito bem equipados sistémicamente..nós é que não acreditamos...beijinhos

Mayra disse...

Bem que grande susto, nem me imagino numa situação destas mas agora já si o que fazer se acontecer comigo, no entanto chamerei o inem na mesma, não vá o desmaio ser por outra coisa!
São as chamadas convulsões febris não é?
Olha fazes bem em falar do assunto para espantar os medos e para nos ajudar (a nós mães inexperientes) em situações identicas.
Bjocas grandes de Bom ano!
Mami do Salvador